Total testado 7 388 732

Classificação de QI: O que Significa uma Pontuação de QI?

Classificação de QI: O que Significa uma Pontuação de QI?

Significado do Resultado do Teste de QI

As pontuações de QI foram desenvolvidas para fornecer uma ideia geral das habilidades intelectuais de uma pessoa. Infelizmente, esses indicadores não abrangem todas as diversas formas de inteligência humana. Por isso, as pontuações de QI são tentativas de determinar o nível de inteligência.

As pontuações dos testes de QI são calculadas usando uma escala específica que compara o desempenho individual ao desempenho médio de seus pares. A escala de QI é projetada de modo que a pontuação média seja 100, com um desvio padrão de 15 pontos. Isso significa que a maioria das pessoas terá pontuações entre 85 e 115, o que é considerado inteligência média.

Embora a maioria das pessoas pontue dentro da faixa média, algumas alcançarão pontuações excepcionais, tanto altas quanto baixas. Uma pontuação de QI de 130 ou superior é considerada inteligência muito alta, enquanto uma pontuação abaixo de 70 é considerada significativamente abaixo da média. Essas pontuações extremas são relativamente raras e representam apenas uma pequena porcentagem da população.

faixa de pontuação de QI - escala de QI

Classificação de QI

Como interpretar a pontuação de QI

Há vários sistemas de classificação de QI usados para categorizar e descrever diferentes níveis de habilidade intelectual. Alguns dos sistemas de classificação mais conhecidos e usados incluem a Escala Wechsler, a Escala Stanford-Binet e a Escala de Cattell. Cada escala tem sua maneira única de agrupar pontuações e definir níveis de inteligência.

Escala Wechsler

A Escala Wechsler, desenvolvida pelo psicólogo David Wechsler, é um dos testes de QI mais usados hoje. Ela consiste em testes separados para adultos (WAIS) e crianças (WISC). A Escala Wechsler usa uma pontuação padrão de 100 como média, com um desvio padrão de 15. As categorias de classificação são as seguintes:

Escala de Inteligência Wechsler para Adultos
Faixa de Pontuação de QI Classificação
Abaixo de 70 Extremamente Baixo
70-79 Limítrofe
80-89 Média Baixa
90-109 Média
110-119 Média Alta
120-129 Superior
130 e acima Muito Superior

Escala Stanford-Binet

A Escala Stanford-Binet, originalmente desenvolvida pelo psicólogo francês Alfred Binet e posteriormente adaptada pelo psicólogo americano Lewis Terman, é outro teste de QI amplamente reconhecido. A Escala Stanford-Binet também usa uma pontuação padrão de 100 como média, com um desvio padrão de 15. As categorias de classificação são as seguintes:

Escala de Inteligência Stanford–Binet
Intervalo de Pontuação de QI Classificação
Abaixo de 70 Deficiência Intelectual
70-79 Limítrofe
80-89 Média Baixa
90-109 Média
110-119 Média Alta
120-129 Superior
130-144 Prodígio
145 e acima Altamente Prodígio

Escala de Cattell

Desenvolvida pelo psicólogo britânico Raymond Cattell, a Escala de Cattell mede a inteligência usando um sistema de pontuação diferente. Utiliza uma pontuação padrão de 100 como média, mas com um desvio padrão de 24 pontos. As categorias de classificação são as seguintes:

Inteligência Culturalmente Justa de Cattell
Intervalo de Pontuação de QI Classificação
Abaixo de 74 Extremamente Baixa
74-90 Limítrofe
90-110 Média
110-130 Acima da Média
130-150 Superior
150 e acima Gênio

Fatores que Afetam Pontuações de QI

É crucial entender que a pontuação de QI de um indivíduo é moldada por uma multiplicidade de variáveis e não é uma medida definitiva ou imutável de suas capacidades intelectuais. Essas pontuações são influenciadas por uma combinação de determinantes genéticos herdados dos pais e fatores ambientais, como as condições socioeconômicas e o contexto cultural em que um indivíduo é criado.

As oportunidades educacionais também desempenham um papel significativo; indivíduos que tiveram acesso a uma educação de qualidade e atividades intelectualmente estimulantes geralmente tendem a se sair melhor em testes de QI. A nutrição e os cuidados de saúde recebidos durante a infância, conhecidos por terem impactos profundos no desenvolvimento cerebral, também podem influenciar as pontuações.

Características pessoais do indivíduo testado, como motivação, esforço e até seu estado de espírito no dia do teste, podem afetar o desempenho. A ansiedade do teste ou falta de familiaridade com o formato do teste pode diminuir as pontuações, enquanto a alta motivação e confiança podem melhorar o desempenho.

Crescimento Pessoal e Potencial

Crescimento pessoal

Interpretar os resultados do teste de QI envolve entender o que a pontuação significa para você pessoalmente. É importante lembrar que sua pontuação de QI é apenas uma medida de suas habilidades cognitivas e não deve definir seu autovalor ou potencial. Em vez disso, use sua pontuação como um ponto de partida para o crescimento e desenvolvimento pessoal. Concentre-se nas áreas em que você se destaca, ao mesmo tempo em que reconhece e trabalha em áreas onde pode precisar de melhoria. Você pode ler mais sobre Como Aumentar o QI.

Embora uma pontuação de QI possa fornecer insights valiosos, não deve ser considerada uma avaliação abrangente do potencial intelectual ou do sucesso futuro de uma pessoa. As pontuações de QI podem mudar ao longo do tempo e com esforço direcionado. Para aqueles interessados em aumentar suas habilidades cognitivas e pontuações de QI, recursos como o artigo “Como Aumentar Seu QI” fornecem estratégias úteis. Em última análise, o crescimento intelectual é uma jornada ao longo da vida, e entender nossos pontos fortes e fracos cognitivos é apenas um passo ao longo do caminho.

Limitações dos Testes de QI

Tenha em mente que os testes de QI têm suas limitações e podem não capturar totalmente todos os aspectos de sua inteligência. Algumas pessoas podem se sair melhor em determinados tipos de tarefas, enquanto outras podem se destacar em áreas que não são avaliadas por testes de QI tradicionais. Além disso, fatores como ansiedade de teste, viés cultural e barreiras de idioma podem impactar os resultados do teste. É crucial ver sua pontuação de QI como apenas uma peça do quebra-cabeça ao avaliar suas habilidades intelectuais.

Yuki Kojida

Psicométrico, co-proprietário da IGT
I am Yuki Kojida, a Japanese psychologist and one of the cofounders of iq-global-test.com. I am really excited about the study of human cognitive abilities in different states for many years as well. This article is moderated and published by myself.